Quem é você na fila da internet? O engajado que tem presença digital e todos querem seguir, o apagado que aparece de vez em quando e se apagar o perfil ninguém nem nota, ou o problematizador, aquele que todo mundo evita puxar assunto porque certamente vai virar uma minipalestra tediosa ou, no mínimo, agressiva. 

Que vivemos a era digital, ninguém pode negar, mas dizer que a maioria das pessoas tem essa ciência e sabe se portar nas redes, aí é outro papo. As redes sociais e a necessidade de presença digital vieram para ficar e ou você se adapta, ou morre, pelo menos digitalmente kkkk

Descartes que me perdoe, mas hoje estamos na era: “Apareço, logo existo!” e eu posso provar. 💻📢👤

Você sabia que 40% dos brasileiros que fazem compras online baseiam suas decisões nas recomendações de influenciadores? 🛍️ Vamos mergulhar no mundo do marketing pessoal e aprender como ele pode alavancar seus negócios. 💼

Aqui está a prova: o marketing pessoal é uma ferramenta poderosa, especialmente na era das redes sociais em que vivemos. 🚀 Conectar sua imagem pessoal ao seu produto ou serviço cria uma ligação mais próxima com seus potenciais clientes. De acordo com uma pesquisa do Influencer Marketing Hub, 40% dos brasileiros que compram pela internet confiam nas recomendações dos influenciadores. 🤳

Hoje em dia, empresários não são apenas condutores de negócios, mas também potenciais influenciadores. Isso ocorre porque os consumidores estão cada vez mais influenciados pelas redes sociais ao fazerem compras. Plataformas como Instagram, TikTok e LinkedIn desempenham um papel fundamental nas estratégias de vendas. Apenas para ilustrar, o mercado de influenciadores movimentou incríveis R$ 87,36 bilhões. 💰

Entretanto, não basta apenas ter uma boa imagem nas redes sociais. É preciso utilizar o marketing pessoal de maneira estratégica e cuidadosa para se comunicar eficazmente com o público e agregar valor ao seu negócio, resultando em mais vendas. 💡

Lembra da “Tiktokização” das profissões durante o auge do isolamento social? Nicole Gomes, uma arquiteta especializada em iluminação, alcançou 70 mil seguidores no Instagram aplicando princípios de marketing pessoal. Ela desempenha um papel fundamental na ampliação da visibilidade de sua marca, a Labluz. Em sua conta pessoal, Nicole compartilha dicas de iluminação para arquitetos e também mostra um pouco de seu estilo de vida. 🏡

Ter uma figura humana por trás da marca facilita a conexão direta com os consumidores, criando confiança e segurança. Assim, humanizar uma marca e aproximá-la do consumidor é muito benéfico. 🤝

Outro grande exemplo são celebridades como Bianca Andrade, com sua marca Boca Rosa, Ana Hickmann, com sua linha de bolsas e óculos, e Giovana Antonelli, com a rede de depilação Gio Laser, que já perceberam há algum tempo o poder do marketing pessoal como uma força de vendas. 🌟

Mas como podemos melhorar nossa imagem pessoal? Já adianto que não é algo que acontece da noite para o dia, mas sim um processo que envolve estratégias e ações para construir uma imagem positiva e influenciar as pessoas. Aqui algumas dicas:

🔍 Analise seu cenário atual: Identifique seus pontos fortes, como determinação, educação sólida, organização e habilidades de comunicação. Reconheça também suas fraquezas, como procrastinação e ansiedade. Além disso, avalie as oportunidades (o que é possível fazer), como cursos de idiomas, e as ameaças (o que pode te prejudicar), como mudanças no mercado.

🎯 Estabeleça objetivos: Defina onde você deseja chegar em sua carreira e estabeleça prazos realistas para alcançá-los.

📚 Desenvolva habilidades técnicas: Continue aprendendo e se atualizando em sua área de atuação. O progresso profissional depende do aprimoramento constante de suas habilidades.

Lembre-se, não importa qual seja sua profissão, o marketing pessoal pode ser a chave para o sucesso. Então, mãos à obra e comece a construir sua marca pessoal de forma estratégica e autêntica! ðŸ’ªðŸš€